Ouça agora na Rádio

N Notícia

A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

FOTO: Eric J. Tilford/ US Navy/ fotospublicas.com

A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

Informações compartilhadas Agência Brasil

A série de atentados de 11 de Setembro de 2001 completa 17 anos nesta terça-feira (11). Na ocasião morreram cerca de 3 mil pessoas, incluindo 227 civis e 19 sequestradores dos aviões. A data será lembrada hoje (11) com cerimônias nos Estados Unidos.

Na manhã do dia 11 de Setembro de 2001, 19 homens sequestraram quatro aviões comerciais com passageiros. A bordo das aeronaves, os sequestradores colidiram contra as Torres Gêmeas, um complexo do World Trade Center, em Nova York.

Todos a bordo morreram e muitos dos que estavam nos prédios também. Os dois edifícios desmoronaram, depois dos impactos, atingindo os prédios ao lado. Um terceiro avião de passageiros atingiu o Pentágono, a sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, na Virgínia, nos arredores da capital, Washington.

A quarta aeronave caiu em um campo aberto próximo, na Pensilvânia. Segundo investigações, a partir de registros na caixa-preta e de depoimentos de parentes, passageiros e tripulantes tentaram retomar o controle do avião, provocando a queda. Não houve sobreviventes.

Impactos

A partir de então houve uma ofensiva dos Estados Unidos e países aliados lançando a chamada Guerra ao Terror, promovendo invasões ao Afeganistão para atingir o Taliban, que reuniu integrantes da Al-Qaeda.

O então presidente norte-americano George W. Bush lançou uma guerra contra os países que considerava inimigos dos Estados Unidos. Segundo ele, essas nações apoiavam o terrorismo e mantinham armas de destruição em massa, tendo como referências do chamado “eixo do mal”: Coreia do Norte, Irã e Iraque.

Na ocasião, os norte-americanos aprovaram leis para aumentar o rigor antiterrorismo e vários países fizeram o mesmo. Houve efeito também na economia com o fechamento das bolsas de valores e prejuízos nas indústrias.

O prédio do Pentágono, também atingido por um dos aviões, foi reconstruído e virou uma espécie de símbolo. Em 2006, o processo de reconstrução foi iniciado no local do Word Trade Center, em Nova York, para que no local fossem levantados edifícios de escritórios.

Em homenagem ao voo 93, desviado na Pensilvânia, e que estava programado, segundo investigações, para atingir a sede do governo dos Estados Unidos, foi construído um memorial.

Por Agência Brasil

Edição: Fernando Fraga

FONTE: Agência Brasil
Link Notícia